ZHP- Unlosing Ranger vs. Darkdeath Evilman
Reviews

Review – ZHP: Unlosing Ranger vs. Darkdeath Evilman

Estamos passando por uma onda de remasters e remakers de jogos antigos, e os jogos que tiveram sua casa nos portáteis no passado também tem vez nessa onda e ZHP: Unlosing Ranger vs. Darkdeath Evilman que teve seu lançamento em 2010 para PSP agora ganha as telas dos PCs e Nintendo Switch, mas será que ainda é uma boa pedida?

ZHP: Unlosing Ranger vs. Darkdeath Evilman é um rastreador de masmorras com uma pegada de Pokemon Mystery Dungeons ou Shiren the Wanderer. Você interpreta um pobre coitado na rua que acaba precisando assumir o manto de Unlosing Ranger, o super-herói aparentemente imortal que é morto por dois adolescentes dirigindo um Subaru.

Você é agora o super-herói mais poderoso do planeta, vai enfrentar Darkdeath Evilman em uma luta pela sobrevivência do planeta e é imediatamente morto. Tipo, em cerca de seis segundos. Felizmente, você é teletransportado para um Netherworld (sem relação com o Reino Makai) e informado que será treinado e devidamente equipado para se tornar o herói que todos precisamos para lutar contra Darkdeath Evilman. Através de missões, grinds e o apoio de sua esposa Prinny, você poderá salvar o dia novamente! E é melhor você se apressar, porque Super Baby não pode adiar Darkdeath por muito tempo.

No que diz respeito às abordagens para uma ideia inusitada, o ZHP vai além para tornar um rastreamento maluco e emocionante sem perder o fio ou tornar as coisas muito bizarras. A narrativa e as vozes ajudam a manter toda a premissa maluca e hiperbolizada, que é o que você deseja em um jogo que apresenta Darkdeath Evilman como o principal antagonista. Você é auxiliado por duas entidades, uma que é seu instrutor de treinamento e outra que é o fantasma (?) do Unlosing Ranger anterior, e eles lutam constantemente.

Como em Makai Kingdom (jogo que teve seu remaster lançado em paralelo na versão Steam e em um pacote único no Nintendo Switch, review aqui), você tem a capacidade de pular cenas entre dungeon crawls se você quiser apenas continuar e mergulhar, mas por que diabos você iria querer? As interações são de acusações infundadas e crueldade casual a apostas emocionais em algo totalmente arbitrário. Vale a pena jogar apenas pelo excelente trabalho de dublagem.

Ao contrário de Makai Kingdom, no entanto, ZHP também é extremamente viciante na jogabilidade, e sinto que isso fala mais com a plataforma de origem. Enquanto o Makai Kingdom foi feito para ser jogado de forma longa no PS2, ZHP, vindo de origens humildes do PSP, inerentemente necessário para tornar as coisas mais acessíveis em uma pequena explosão de jogos. Portanto, a abordagem ligeiramente isométrica para layouts de masmorras, combate e saques mais em casa na natureza portátil do Switch por exemplo.

Além disso, a abordagem do rastreamento de masmorras é bastante criativa, oferecendo bônus de nivelamento durante a run, bem como atualizações permanentes para mergulhos futuros. Então, se você conseguir levar seu personagem até o nível 20, você ainda estará no nível um na próxima vez que descer, mas suas estatísticas básicas são substancialmente mais altas, permitindo uma forte vantagem para subir de nível nessa masmorra.

Além disso, a percepção espacial do ZHP o torna mais emocionante toda vez que você mergulha em uma masmorra. Os inimigos não vão notar você até que você entre no campo de visão deles, permitindo a possibilidade de contornar o combate em alguns andares, conservando HP e medidores de plenitude com a compensação de não gerar EXP antes de passar para mobs indiscutivelmente mais difíceis. Se você lutar contra um inimigo, há uma chance de seu grito de morte alertar outras tropas próximas, puxando você para uma luta para a qual você pode ou não estar preparado.

Você pode jogar itens encontrados, equipar coisas que encontrar na masmorra ou comprar algo antes de descer. Além disso, você pode ligar para sua esposa Prinny para entregar um pacote de cuidados se estiver com pouca saúde, mas isso só é acessível um número limitado de vezes. É um conjunto inteligente de circunstâncias que permite uma jogabilidade rápida ou abordagens deliciosamente estratégicas, como se você pudesse decidir jogar xadrez regular ou xadrez com dorgas.

No final de tudo, ZHP encontra uma maneira de continuar tornando o grind divertido, e acho que tem muito a ver com a rapidez da experiência geral. Embora os gráficos ainda parecessem um pouco granulados devido à idade e ao material de origem, funciona bem para os menos exigentes. Para os amantes de um bom rpg roguelite, é um título que vale muito a pena.

NÃO DEIXE DE CONFERIR MAIS REVIEWS AQUI OU NA NOSSA CURADORIA NA STEAM.

Review – ZHP: Unlosing Ranger vs. Darkdeath Evilman
Click to comment

Deixe um comentário!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Mais recentes

To Top