Reviews

Review: Marvel’s Guardians of the Galaxy

Guardians of the Galaxy

Podemos ver Peter antes de ele ser o Senhor das Estrelas e passar por alguns eventos com flashbacks intermitentes lidando com sua antiga vida na Terra. Ouvimos contos de Drax e Gamora do que são essencialmente suas vidas passadas. Vemos o quanto Rocket se preocupa com Groot, seja por zombaria divertida ou raiva extrema quando este é colocado em perigo.

O senhor das estrelas e Rocket podem ser rabugentos quando precisam ser (e brincam uns com os outros mais do que qualquer outra dupla). Os holofotes às vezes estão do lado deles para mostrar seus altos e baixos pessoais. Groot, da mesma forma, é meio difícil de errar: você tem os olhos bondosos (dependendo da skin), a estatura poderosa e a voz potente e está pronto para qualquer situação. No lado oposto temos a Gamora em desacordo com Drax. 

Guardiões é linear e baseado em capítulos. A maior parte do tempo você está com todos os cinco membros, você mesmo como Senhor das Estrelas. Ele é o único personagem que você tem controle total, o que ajuda a dar ao jogo uma sensação mais simplificada.

A outra grande parte dos Guardiões da Galáxia da  Marvel  é a mecânica das “escolhas” que paira sobre os micro e macro elementos da narrativa. Então como muitos jogos anteriores, ele falha completamente na maior parte do tempo. Há alguns momentos “X vai se lembrar disso” que, em última análise, não importam realmente, e algumas bifurcações na estrada que ainda levam ao mesmo caminho no final. A grande maioria das escolhas que fiz não me obrigaram a jogar de novo para ver como as coisas poderiam ter sido diferentes.

Existem também QTEs e algumas seções de “caminhar e falar” durante caminhos lineares, o que leva a mais brincadeiras. A exploração é muito limitada, com apenas algumas bifurcações na estrada de vez em quando, embora as botas a jato do Star-Lord lidem com muito do trabalho pesado quando se trata de design de mapas, deixando a equipe de desenvolvimento errar do lado da verticalidade e dar um pouco mais de personalidade para os ambientes dos Guardiões.

Enquanto estiver vagando e não atirando ou destruindo coisas, você resolverá quebra-cabeças muito leves, às vezes ordenando aos membros do grupo que usem suas habilidades, tudo muito semi-óbvios. Rocket precisa entrar em aberturas e mexer em placas de circuito, Drax move rochas ou plataformas gigantes, Gamora pode meio que escalar e cortar algumas coisas.

O combate, que mais uma vez, envolve o controle direto do Senhor das Estrelas e a emissão de ordens na forma de habilidades desencadeadas para todos, segue a mesma abordagem. É apontar e atirar, ocasionalmente esquivar e ativar habilidades da equipe quando eles estiverem em espera. Fraquezas elementais literais para a arma elemental principal do Senhor das Estrelas adiciona mais opções táticas ao longo do tempo, além de alguns combos baseados em equipe que você pode usar mais tarde. Pense em modelos de personagens da Ultimate Alliance se chocando.

Em geral, você pode emitir Groot e Rocket para controle da multidão, e Drax e Gamora para atingir alvos únicos e manter essa tática durante todo o jogo. De vez em quando, você pode acionar um grande super chamado “amontoado”, onde pode ouvir o que sua equipe está dizendo na tela (“estamos isolados”, “eles pensam que somos uma piada”) e responder na mesma moeda com uma das duas opções. Se você gritar coisas como “precisamos lutar como um time” ou “então ria deles” você ganha um super impulso. De novo, muito fofo, mas repetitivo, especialmente depois de você ter feito isso 10 vezes.

Os Guardiões da Galáxia da Marvel tem muito quando falamos de personalidade, e isso definitivamente vai torná-lo divisivo. Quando o jogo começa a funcionar e começa a progressão é divertido. Mas também é extremamente linear (em um sentido negativo em alguns aspectos) e muitas das escolhas que ele oferece são de nível superficial, na melhor das hipóteses. Trate-o como uma brincadeira de fim de semana de arcade e você irá adorar a experiência.

NÃO DEIXE DE CONFERIR MAIS REVIEWS AQUI OU NA NOSSA CURADORIA NA STEAM.

Mais recentes

To Top