Indies

Review: In Sound Mind, a mente de um terapeuta com passado desconhecido

In Sound Mind

In Sound Mind é um jogo de aventura e terror psicológico em primeira pessoa desenvolvido por uma pequena equipe, estava ansioso para começar. É certo que, em todos os gêneros, a originalidade tem diminuído. E a primeira vista me parecia que In Sound Mind iria ser muito parecido com os vários que já temos, mas na verdade o pessoal da We Create Stuff tomaram algumas decisões bem originais.

Existem travessuras sorrateiras de manequins, espectros que o perseguem enquanto você busca soluções de quebra-cabeças e itens escondidos, e muitas ligações aleatórias nas quais você pode desligar livremente. É meio hilário, há uma entidade de voz profunda que persegue você durante todo o jogo e constantemente liga para você apenas para falar besteiras e irritar o protagonista.

Quanto mais o In Sound Mind dura, menos assustador ele se torna, mas as primeiras horas são assustadoras. Normalmente, eu diria que isso é uma coisa ruim para um jogo de terror psicológico e ao mesmo tempo bem normal e acontece em vários jogos do gênero, mas aí vai de cada um julgar que isso é ou não um ponto fraco.

Para lhe dar uma ideia das primeiras táticas de intimidação, existem alguns vislumbres talvez imaginários, talvez reais, de algo se movendo além de sua periferia. A primeira vez que vi (e depois corri) as criaturas manchadas de tinta, o único inimigo “comum” no jogo, eu estava nervoso. Uma das primeiras áreas, uma mercearia espalhada, é escura, confusa e há um fantasma perseguindo você que só pode ser afastado temporariamente com seu próprio reflexo.

Então sim. In Sound Mind tem alguns dos elementos que esperamos desses jogos de terror indie. Inicialmente, pelo menos! Conforme você cai na rotina deste jogo, o clima se instala e uma nova conspiração maior que a vida emerge, que toma o centro do palco. De certa forma, é parte Layers of Fear, parte Alan Wake.

A forma como a história se inicia é muito interessante. Jogando como um terapeuta de passado desconhecido, que está preso em uma espécie de versão alucinante da realidade, você deve vasculhar um prédio de apartamentos abandonado, seu prédio. O lugar realmente decaiu, e coisas estranhas estão acontecendo, o que é um ótimo ponto de partida para uma aventura muito explorada e centrada em quebra-cabeças.

Ao longo de In Sound Mind , você encontrará fitas cassete de sessões de terapia que o teletransportam às quatro principais paisagens distorcidas e independentes.

Todos esses quatro locais têm uma ameaça única e recorrente que tornará as coisas complicadas para você, conforme você busca itens de quebra-cabeça, munição, comida de restauração de HP e pílulas secretas que oferecem buffs permanentes à sua saúde e resistência, entre outras estatísticas. Cada zona é sua própria caixa de areia extensa, o que pode ser fantástico para os amantes de quebra-cabeças que querem muita liberdade para explorar e não tão fantástico quando você não sabe para onde ir em seguida ou como passar por um certo obstáculo. Ficar irritantemente perdido por alguns minutos é algo que provavelmente irá acontecer com a maioria dos jogadores.

Há o mercado, uma linha costeira com um farol que tudo pode ver, uma pedreira com uma fábrica silenciosa e uma floresta com um bunker fortemente fortificado. Com uma média de duas a três horas de gameplay em cada um desses lugares, sem contar o centro do prédio de apartamentos de três andares, que pode ser explorado um pouco mais a cada vez que você volta com uma nova arma ou ferramenta. Seus itens principais são uma lanterna (que funciona com baterias finitas), um caco de vidro (que pode cortar e revelar pistas meio místicas ocultas em seu reflexo), uma pistola (para as criaturas manchadas de tinta), uma máscara de gás (para vapores), e vários outros que não vou revelar.

In Sound Mind pode ser um jogo difícil de descrever sem compartilhar demais e assim tirar o impacto que ele pode causar ao jogador.

Os quebra-cabeças costumam fazer um bom trabalho em garantir que você não vá muito longe na direção errada antes do que deveria, em um esforço para evitar perder seu tempo. O tema principal é menos sobre quebra-cabeças enigmáticos ou quebra-cabeças lógicos complexos e mais sobre pensar através do que está à sua volta, procurando por cantos e fendas e tentando descobrir a ordem certa dos eventos. Este jogo não segura sua mão e é possível, em alguns casos, deixar acidentalmente um item chave para trás sem perceber o que você fez.

Outro ponto importante que preciso deixar claro é que o combate não é o foco, e muitas vezes é muito fácil fugir dos inimigos. Eles são um dos elementos mais fracos, poderiam ser mais trabalhados e ter uma presença maior.

Conclusão

Apesar de alguns momentos decepcionantes e frustrantes, há muita coisa legal e qualidade o suficiente que eu ainda possa recomendar In Sound Mind para fãs de jogos de terror indie de aventura. No geral, eu curti a ambição dessa equipe e estava animado para ver para onde ela estava indo. Eu só queria que o jogo simplificasse um pouco de seu nível e design de quebra-cabeças.

NÃO DEIXE DE CONFERIR MAIS REVIEWS AQUI OU NA NOSSA CURADORIA NA STEAM.

Gameplay Trailer Oficial de In Sound Mind

Mais recentes

To Top