Reviews

Dwarf Journey review – difícil parar de jogar

Dwarf Journey

Roguelite indie brasileiro de qualidade seja na steam ou no android, esse é Dwarf Journey

O cenário de desenvolvimento de jogos vem mudando no Brasil, mesmo longe de grandes produções, o cenário vem sendo bem representados em jogos independentes que mostram o potencial do cenário brasileiro, abrindo mão de gráficos 3D realistas e aplicando muita criatividade para criar obras fantásticas.

O brasileiríssimo Dwarf Journey conta a história de um forte e sábio guerreiro chamado Gallar, que por um vislumbre do fim de sua vida, o foi em busca de uma maneira para continuar a desfrutar dos prazeres mundanos por toda a eternidade. Os antigos escritos dizem que no Vale da Eternidade há uma caverna mística que porta uma relíquia perdida capaz de conceder vida eterna ao corajoso que a encontrar. Munido de seu machado e sua inseparável picareta, Gallar parte para as montanhas do norte atrás de uma épica aventura que poderá custar sua própria vida, ou garanti-la para sempre.

Muita ação no formato plataforma roguelite, onde os níveis são construídos randomicamente e a cada jogada você terá caminho e salas recheadas de monstros completamente diferentes.

Enquanto nosso herói Gallar explora e derrota inimigos na Caverna Mística do Vale da Eternidade ficando cada vez mais forte, ainda coleta projetos de armas e armaduras para serem forjados no ferreiro da vila. Forja essa que se utiliza dos minerais que também são coletados na caverna, são a moeda do jogo e se divide em bronze, prata, ouro e ferro, e são utilizados na forja e melhoria dos equipamentos. 

Unindo os atributos que podem ser escolhidos na vila ao passar de level, as armaduras e armas e as runas. Cria-se a possibilidade do jogador montar uma build que mais se identifica para vencer os desafios e chegar ao final do jogo, seja com foto em velocidade, força, crítico etc.

Ao explorar os níveis de Dwarf Journey ainda poderão ser encontrados uma espécie de totem chamado Benção dos Deuses, que lhe concederá o aumento de algum atributo, porém, ao morrer esse buff é zerado.

A sensação de evolução é perceptível, a cada nova entrada na caverna, a cada novo nível, a cada novo upgrade em armas, armaduras ou runa equipada, porém, os monstros também vão ficando mais fortes ao adentrar nos níveis mais profundos da caverna, que se divide em 4 biomas diferentes, contendo 4 chefes.

Concluíndo

Dwarf Journey é um jogo curtinho, uma média de 7 horas é o suficiente para vencer os 4 chefes, com uma jogabilidade simples e dinâmica, é fácil começar para jogar 30min e se pegar ainda jogando após 2 horas (isso aconteceu muito comigo). Baratinho, simples, divertido e bom para platinar, ótimo pedido para quem curte o gênero roguelite.

Jogo analisado no PC (steam) com código fornecido pela Orube Game Studio.

NÃO DEIXE DE CONFERIR MAIS REVIEWS AQUI NO NOSSO SITE OU NA NOSSA CURADORIA NA STEAM.

Mais recentes

To Top