fbpx

Beyond Blue é hora de ir ao fundo do coração azul do nosso planeta

Beyond Blue é um simulador de mergulho em terceira pessoa, onde você irá controlar Mirai, uma bióloga marinha que está rastreando um grupo de baleias enquanto documenta várias outras criaturas. Ao lado de uma pequena equipe de cientistas, Mirai estuda a família de baleias, gravando suas canções e observando seu comportamento, na esperança de aprofundar sua pesquisa sobre esses gigantes do mar.

O jogo é dividido em oito locais de mergulhos distintos, atuando como capítulos para a história geral. Cada mergulho começa com você nadando para uma bóia eletrônica que identifica a localização das criaturas que você deve encontrar e digitalizar. A tecnologia futurista permite que a Mirai mergulhe sem esforço na água.

Cada mergulho tem uma atmosfera diferente do oceano. Existem os pontos para progressão na história, porém, você pode explorar livremente os ambientes impressionantemente realistas. Quando você encontrar a criatura da missão, poderá usar um pequeno drone para dar uma olhada de perto para examinar e registrar suas marcações. Mesmo você ficando de frente com animais ameaçadores como cachalotes gigantes e tubarões-martelo, não há perigo, pois o jogo é completamente pacífico (sim, eu me joguei em vários momentos sobre os animais).

Mirai e sua equipe transmitem ao vivo os mergulhos, uma ótima forma de apresentar tanto as informações sobres os animais quanto às decisões tomadas pela equipe. Os animais que você digitalizar serão inseridos em um banco de dados com algumas informações sobre cada espécie.

Quando você termina o mergulho e voltar ao pequeno submarino que funciona como base, terá a oportunidade de conversar com os colegas de Mirai e fazer ligações telefônicas para sua família. 

O jogo cai em um ciclo de mergulhar, voltar ao submarino, falar sobre as descobertas, mergulhar, voltar ao submarino, falar sobre as descobertas, mergulhar… É bastante repetitivo, mas as informações da digitalização e os mini-documentários que você encontra no tablet do submarino ajudam um pouco (muito pouco) a quebrar o ritmo repetitivo.

À medida que o jogador vai avançando, começa a desbloquear vídeos que fornecem informações detalhadas sobre o estado dos oceanos da Terra. Eles oferecem uma perspectiva reveladora sobre as mudanças climáticas e nossa atitude em relação ao planeta, além de fornecer informações especializadas sobre os lugares e espécies vistos no jogo. 

Escanear as criaturas e explorar os ambientes realistas de Beyond Blue é uma experiência extremamente enriquecedora e relaxante, com uma trilha sonora de muito bom gosto, aumentando ainda mais a sensação de tranquilidade.

Promessa é dívida

A conclusão é que no fim das contas Beyond Blue entrega com excelência o que se propõe, que é oferecer uma narrativa e exploração do que eles mesmos chamam de o fundo do coração azul do nosso planeta. Mesmo com uma gameplay muito repetitiva o jogo consegue ser relaxante e divertido.


Requerimentos Mínimos:

Requer um processador e sistema operacional de 64 bits
SO: Windows 7 x64 or newer
Processador: Intel Core i5-4460 / AMD FX-6300 @ 3.5 GHz or equivalent
Memória: 4 GB de RAM
Placa de vídeo: NVIDIA GeForce GTX 670 or AMD R9 270 (2GB VRAM with Shader Model 5.0 or better)
DirectX: Versão 11
Armazenamento: 4 GB de espaço disponível

GAMEPLAY:

Beyond Blue
Plataformas: PS4, Switch, Windows, Xbox One
Desenvolvedor: E-Line Media
Distribuidor: E-Line Media
Lançamento: 11 de junho de 2020
Clique aqui para ir a página do jogo na steam.

One thought on “Beyond Blue é hora de ir ao fundo do coração azul do nosso planeta

Deixe um comentário!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

LIVE NOW! CLICK TO VIEW.
CURRENTLY OFFLINE