fbpx

Spirit Oath – Review

O universo dos jogos indies impressiona pela liberdade que possuem para ousar e trazer novas fórmulas completamente fora da caixa. E foi com esse pensamento que a desenvolvedora e distribuidora Triangle Square criou Spirit Oath, mais um indie que encanta pela sua diferença dos gêneros já conhecidos. Já imaginou jogar uma combinação de algo como um jogo de tabuleiro com mecânicas de RTS? Eu não, e por isso fiquei tão surpreso ao jogar Spirit Oath, porque essa mistura ficou realmente muito agradável.

Em Spirit Oath, você joga como um Guardião Espiritual da floresta. Depois de um longo sono, você foi acordado por forças das trevas que ameaçam você e o resto da floresta. Você deve usar seus poderes espirituais para invocar guerreiros espirituais para ajudá-lo a derrotar as forças das trevas e proteger seus irmãos Guardiões Espirituais.

Deixa eu tentar descrever como funciona o game

O jogo se passa em um tabuleiro em grade, que possui várias lacunas e você deve às preencher com peças. Cada fase se inicia com seu Guardião Espiritual em uma posição na grade, assim como às vezes terá outro guardião que devemos proteger. Basicamente o objetivo é manter o seu Guardião Espiritual e o Guardião Espiritual amigo (quando o tiver na fase) vivo e derrotar o espírito inimigo.

A jogabilidade em Spirit Oath consiste principalmente em colocar peças no tabuleiro. Colocar as peças é muito simples, pois você apenas escolhe uma das três peças disponibilizadas aleatoriamente e a coloca em um espaço vazio na grade ao lado de uma peça que já foi colocada. Isso parece muito simples, exceto que a grande maioria das peças que você colocará terá marcações especiais. 

Estas peças só podem ser colocadas onde as marcações se conectam ou onde existe a possibilidade de outra peça se conectar às marcações. Essas marcações são fundamentais para o jogo, pois você precisa tentar conectá-las para criar um circuito fechado. Fazer isso com sucesso é o que impulsiona a maior parte da jogabilidade em Spirit Oath.

Ao criar com sucesso um circuito fechado de marcações, você criará um gerador de espírito. O tipo de unidade que ele gera dependerá do número de blocos que você conseguiu conectar. Quanto mais peças você conectar, mais poderoso será o espírito que irá gerar. 

Cada gerador criará apenas um espírito por vez. Quando um espírito é destruído, um novo será gerado no gerador correspondente após um curto tempo de espera. É aqui que a mecânica RTS entra em jogo. Enquanto você está construindo seu exército, o inimigo está fazendo o mesmo criando seus próprios geradores. Você pode usar seus espíritos para defender seu Guardião Espiritual e geradores, ou pode enviá-los para destruir os geradores inimigos. O objetivo da maioria das fases é derrotar todos os geradores inimigos e reivindicar a supremacia no tabuleiro.

O jogo possui dois modos de jogo principais.

O modo história apresenta vários cenários diferentes. Esses cenários têm configurações iniciais diferentes e adicionam várias reviravoltas à fórmula com que você precisa lidar. Isso pode incluir ter que construir em torno de vários obstáculos ou ter que construir rapidamente quando as unidades inimigas começam a atacar imediatamente. 

O modo Skrimish é basicamente uma batalha em que você e o inimigo são colocados em lados opostos da grade. O objetivo é simplesmente eliminar todos os geradores do outro jogador.

Admito que o Spirit Oath provavelmente não será para todos. Pessoas que geralmente não gostam de jogos RTS ou jogos de tabuleiro provavelmente não irão gostar. Se você está procurando um RTS profundo, pode ficar desapontado, pois ele é mais simples do que a maioria. Aqueles que acharem a premissa interessante, provavelmente irão amar o Spirit Oath

Devo dizer que a jogabilidade é muito divertida e bastante simples, pois você apenas joga as peças na esperança de completar os padrões. É necessário habilidade e planejamento para isso, pois você precisa descobrir como conectar vários padrões, principalmente porque você precisa convocar espíritos mais poderosos.

Como nem tudo são flores, só tenho duas broncas, uma é o menu muito confuso, conseguiram deixar algo tão simples confuso por conta de um design que ao meu ver falha amargamente, porém, no momento das partidas as UI é muito boa. O outro ponto é a falta de opções de personalização gráfica. Simplesmente não existe opção alguma no menu principal, as únicas opções de personalização são de volume e qualidade gráfica, que só podem ser acessados durante uma partida pressionando ESC.

Spirit Oath é simples e inovador, divertido e desafiador, é um jogo que provavelmente não agradará a todos os jogadores de RTS ou de games de tabuleiro, porque para um RTS pode ser muito simples e para os jogadores de games de tabuleiro mais ainda. Porém, uma vez combinada a necessidade de preencher o tabuleiro ao mesmo tempo gerenciar as unidades para atacar torna o jogo bem desafiador.

Deixe um comentário!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

LIVE NOW! CLICK TO VIEW.
CURRENTLY OFFLINE
%d blogueiros gostam disto: