fbpx

Project Starship X – Review

Project Starship X fez com que me sentisse de volta a era dos arcades, com tela vertical e painéis na lateral, opção de deixar o gráfico simulando a imagem de uma TV, sem dúvida uma velha escola que encanta muito a jogadores veteranos como este que vos fala. O game foi desenvolvido pela Panda Indie Studio, que também desenvolveu jogos como Pity Pit, Red Death, Null Drifter e o primeiro Project Starship, grande maioria no mesmo estilo de navinhas, NAVINHAS!

Em Project Starship X você deverá escolher um entre as 4 opções de piloto, cada um com suas próprias características, fazendo com que cada jogador proporcione uma forma diferente de jogar, o jogo não tem foco em história e sim na jogabilidade, que é muito fluida. Li em algum lugar que a campanha deve levar de 10 a 12 horas dependendo do desempenho do jogador, sinceramente não tenho mais tanta paciência para jogar tanto um jogo deste gênero, meu limite são 3 ou 4 “fichas” de forma casual como fazia na época dos arcades, e garanto que você vai querer voltar todos os dias a este game, em breve entenderá o motivo.

Evitar lasers e tiros inimigos! Pedras, paredes, bolas de fogo etc. Alguns deles são impossíveis de evitar e exigirão que você se teletransporte utilizando o dash para passar. É uma maneira divertida de se movimentar! Mas esteja ciente, se você for atingido, seu escudo irá se esgotar lentamente! E, uma vez que seu escudo se esgote, na próxima vez que você sofrer dano, ele será infringido a sua saúde. Em cada fase você também enfrentará um chefe! As batalhas contra os chefes são muito divertidas e alguns são bem engraçados! 

Lembra quando falei que você iria entender porque voltaria a Project Starship X mesmo jogando de forma casual, então, sempre que morre o game te faz começar tudo novamente (rogue)! Mas não se preocupe! Ao jogar novamente você dificilmente irá reconhecer algo do que jogou nas partidas anteriores, e ainda será capaz de desbloquear conteúdo extra. Coletar moedas e ficar mais forte ao adquirir power-ups que irão facilitar nas próximas runs (lite), rogue-lite. 

Jogando de 2 players a diversão é ainda maior. Quando um dos jogadores perde todas as vidas aparece um contador, se o outro jogador conseguir permanecer vivo, o jogador morto retorna. O que além de facilitar bastante, também me permite jogar com meu filho de 5 anos, onde posso continuar progredindo mesmo como ele não sendo tão bom e morrendo com frequência.

O visual de Project Starship X da um show, com cores vibrante e gráficos pixelados muito bem feito, atrelados a algumas possibilidade de customização como, Night Filter que deixa o game escuro e com brilho extremamente reduzido, Scaling que força o game a preencher toda a tela e o que mais gosto, o TV Effects deixando o jogo como se estivesse rodando em uma TV de tubo antiga, perfeição total.

Deixei por último para falar da cereja do bolo, um bom shoot ‘Em up não pode deixar de ter uma boa trilha sonora. Que ajude o jogador a se manter focado na tonelada de tiros e escapadas milimétricas constantes. A trilha é realmente muito boa e pode ser ouvida neste link.

Para concluir posso dizer com segurança que Project Starship X me surpreendeu de todas as formas, com o visual, o som, os controles, as mecânicas e a lembrança de um tempo passado onde os jogos desafiadores e divertidos explodiam com cores vibrantes na tela e enchiam o ambiente com uma boa música. Project Starship X é bom para veteranos recordarem, como para novatos se aventurarem pela primeira vez, seja solo ou acompanhado. 

Caso tenha se interessado aqui está a página do jogo na steam.

Deixe um comentário!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

LIVE NOW! CLICK TO VIEW.
CURRENTLY OFFLINE
%d blogueiros gostam disto: