Indies

Review: To The Rescue!

To The Rescue

Nos últimos anos, o movimento de abrigos tem ganhado cada vez mais força nos Estados Unidos e em outros países ao redor do mundo, dando origem a slogans como “Adote, não compre” e “Quem Resgatou Quem?” em um esforço para ajudar gatos, cães e outros animais negligenciados a encontrar um lar amoroso. Para o resgate! da Little Rock Games e Freedom Games, pega a premissa de um abrigo para cães e corre com ela para o gênero de simulação, onde tudo acaba mais cedo ou mais tarde. Procurando por um amigo peludo? Vamos dar uma olhada.

To The Rescue! segue seu próprio protagonista e seu companheiro canino escolhido enquanto você administra um abrigo para cães. Há um modo de história e um modo sandbox, os quais conduzem você através da mecânica de manter seus amigos peludos saudáveis ​​e felizes até que eles possam encontrar sua família.

Muito parecido com um abrigo real, você tem que cuidar de manter os animais alimentados e bem hidratados, mas também prevenir a propagação de doenças, curar ferimentos e enfermidades, manter suas gaiolas limpas e brincar para mantê-los felizes. Há também eventos comunitários e mídias sociais para lidar, rastreando as finanças e a reputação do abrigo, bem como elevando o nível de sua árvore de habilidades e expandindo suas instalações. É muito para aprender no início, e está claro que os desenvolvedores queriam fazer esta simulação o mais realista possível.

Parte dos problemas de To The Rescue! é que existem curvas de dificuldade incompatíveis. É fácil ficar sobrecarregado no início do jogo antes de poder contratar outras pessoas para trabalhar no abrigo, mas quando você ainda tem que cuidar de pelo menos 12 cães por conta própria, mantendo-os todos limpos e alimentados com o tipo certo de alimento. Somando-se ao fato de que você tem eventos da comunidade e pode configurar áreas de recreação para os cães, é muito difícil dar conta de tudo. Embora o jogo tenha uma árvore de habilidades que você pode aumentar de nível para tornar as coisas mais fáceis, uma gama mais ampla de configurações e personalização de dificuldade ajudaria muito. Em vez de apenas ser capaz de definir a passagem do tempo e a propagação dos controles deslizantes de doenças, seria de grande ajuda ter uma maneira de desligá-los ou limitar o número de cães que podem aparecer.

Dito isso, uma vez que você pegue o jeito, To The Rescue! é incrivelmente divertido. O jogo mostra, como na vida real, que as pessoas que trabalham e se voluntariam nos abrigos o fazem porque, por que outro motivo? Eles amam animais. É um empreendimento de paixão na vida real, e ainda tem um puxão emocional real no jogo. Cada vez que você pensa em jogar a toalha, olha para o rosto do pequeno Sinbad e diz: “Oh, não, esses pixels fofos me prendem”.

A vantagem de ter tantos sistemas diferentes é que você nunca fica entediado de jogar. Não é um simulador de gerenciamento passivo, e se você não está dando banho em um cachorro, está mostrando as adoções ou brincando com elas, nunca há um momento de tédio. O modo de história, em particular, têm diferentes metas e objetivos para você alcançar, dando a você algo pelo qual continuar lutando.

To The Rescue! tem gráficos adoráveis, condizentes com um jogo focado em cães. É brilhante, é colorido e sua atmosfera alegre se presta bem ao otimismo esperançoso de ajudar cães a serem adotados e encontrar seus lares. Os gráficos são em estilo cartoon, mas funcionam bem e combinam com a sensação alegre do jogo. A música alegre e os cães sorridentes também contribuem para isso e tornam este jogo um ótimo jogo se você estiver se sentindo um pouco desanimado com o mundo.

Infelizmente, To the Rescue! também tem alguns bugs. Nenhum quebrava o jogo, mas os cães não ficavam em seus canis e descobri que meu cão de companhia mudava de raça diariamente, assim como alguns cães desapareceram. Embora eu espere que isso seja corrigido em patches futuros, isso definitivamente adicionou uma dose extra de frustração à experiência. O suporte ao controlador parcial também não funcionou como deveria e, em vez disso, acabei optando pelo teclado.

Para o resgate! é um jogo divertido, recomendado para amantes de cães em todo o mundo. Embora as configurações de dificuldade precisem ser melhoradas e haja muitos bugs para limpar, a atmosfera otimista e a pura diversão de cuidar de um abrigo cheio de cães mais do que inclina a balança a favor deste jogo. Dito isso, onde está o DLC com tema de gato?

NÃO DEIXE DE CONFERIR MAIS REVIEWS AQUI OU NA NOSSA CURADORIA NA STEAM.

Mais recentes

To Top