fbpx

Kingdoms of Amalur: Re-Reckoning Review

A primeira vez que vi o Kingdoms of Amalur foi bom tempo depois do seu lançamento, acredito que em meados de 2014. Um certo dia, navegando sem pretensão pela steam, me deparei com um jogo cheio de belas imagens, um mundo extremamente colorido. O personagem aparentemente principal com armaduras belíssimas, empunhando uma variedade de armas ainda mais estonteantes. Foi paixão à primeira vista.

Kingdoms of Amalur inicialmente seria um MMO, e isso fica claro ao longo do jogo, principalmente com a grande quantidade de quests, muitas delas bem rasas e que não acrescentam muito a história principal. E falando em quests, se não gosta de fazer missões de matar monstro X, conversar com personagem Y, coletar item Z … pode repensar se é uma boa começar a jogar Kingdoms of Amalur. Porque esse tipo de ação vai ser constante no game do começo ao fim.

O jogo é grande, pode separar um espaço na agenda

Outra coisa que deve ficar claro é a extensão, tempo para jogar é necessário, uma vez que a média de duração da campanha principal é de 30 horas, chegando a mais de 100 horas caso queira fazer todas as quests e explorar cada cantinho. Isso falando só do jogo base, como estamos falando da versão Re-Reckoning, devemos adicionar aproximadamente mais 9 a 19 horas referente aos conteúdos das DLCs Teeth of Naros e Legend of Dead Kel que já vem inclusos nessa versão remasterizada.

Jogo bom é assim, já começa sendo morto

O jogo se inicia mostrando o personagem sendo morto no campo de batalha, e retorna do mundo dos mortos logo em seguida. Aqui teremos mais uma forte herança de quando planejado para ser um MMO, porque inicia a criação do personagem, nada complexo e com poucas opções, mas já serve para criar uma empatia e chamar o personagem de seu. A história gira em torno de enfrentar o exército conhecido como Tuatha Deon, criaturas sinistras que querem te matar de forma definitiva.

Uma vez o personagem criado, o jogo te da uma liberdade imensa com relação a build que você quer seguir.

Sorcery
O feiticeiro que utiliza-se de Chakram, Sceptre e Staffs como armas, e pode utilizar magias de raio, fogo e gelo, além de sumonar uma caveira ajudante.

Might
Aqui temos o guerreiro, utiliza como arma greatswords, longswords e hammers monstruosos, as habilidades focam em maximizar o dano e a defesa física.

Finesse
Chegamos a minha favorita, agilidade e destreza, utilizando longbows, dagger e faeblade como armas e suas habilidades são focadas em armadilhas e venenos.

Mas eu não falei que você iria escolher uma dessas, mas sim, ao decorrer do jogo ir evoluindo cada uma delas de acordo com sua necessidade e modo de jogar. Podendo assim ter uma mistura de Might com Sorcery, ou Sorcery com Finesse, ou mesmo uma combinação dos três, que é como eu gosto de jogar. Kingdoms of Amalur te dá liberdade para poder mudar a forma de jogar a qualquer momento. Uma vez que cada equipamento necessita de um nível específico de cada habilidade para poder utilizar.

O que eu mais gosto em Kingdoms of Amalur é que mesmo as mecânicas do jogo sendo bem simples, a variedade de conteúdo é absurda, além das habilidades já citadas, temos as destinies que vão sendo desbloqueadas de acordo que você vai subindo o nível das habilidades, os movimentos de cada tipo de arma, as skills que te auxiliam na exploração do mundo que vão desde marcar itens escondidos no mapa, facilitar a abertura de baús fechados, detectar armadilhas, não ser detectado por inimigos, lorestones que são meio que os colecionáveis do jogo e te dão vantagens permanentes etc.

Espere um remaster, porque é um remaster!

Não espere muitas novidades, faz muito tempo que joguei a versão normal, porém, estou me sentindo jogando o mesmo game, porém, graficamente mais polido, com efeitos de iluminação mais trabalhados, texturas muito bem feitas e suporte a novas resoluções como a ultrawide.

Conclusão

Para quem gostou da versão normal de Kingdoms of Amalur e está com vontade de jogar novamente com gráficos melhorados (que foi o meu caso), pode comprar Kingdoms of Amalur: Re-Reckoning sem medo que é diversão garantida, estou tendo dificuldades em parar de jogar, provavelmente agora só consiga parar de jogar depois de terminar novamente.
Para aqueles que nunca jogaram e gostam de jogos com muitas horas, cheios de segredos, missões e possibilidades, é um jogo mais que necessário.

Página do jogo na steam: Clique aqui

Veja mais reviews em nossa sessão de reviews.

Deixe um comentário!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

LIVE NOW! CLICK TO VIEW.
CURRENTLY OFFLINE
%d blogueiros gostam disto: