Indies

Review: Lake – Retornando as origens por duas semanas

lake

Lake é uma experiência de história interativa, do desenvolvedor Gamious, uma aventura narrativa descontraída, contando uma história simples, mas mesmo assim memorável. Um jogo para lhe tirar da rotina, leve e casual, não tendo texturas de qualidade, ou mesmo física e controles tão bem trabalhados, porém, a beleza dos cenários e simplicidade das mecânicas te proporcionam uma experiência tranquila e prazerosa.

Lake se passa na pacata e pitoresca cidade de Providence Oaks em 1986. Como você pode adivinhar pelo título do jogo, ele tem um lago panorâmico com uma bela vista, aquela cidade em que todos que buscam um lugar sossegado sonham em morar. Assuma o controle de Meredith Weiss, enquanto ela faz uma curta visita de duas semanas para ajudar a substituir seu pai enquanto ele tira férias. Acontece que o Sr. Weiss está no serviço postal e Meredith faz uma pausa em sua carreira competitiva de TI para uma rotina de trabalho mais tranquila.

Como Meredith, basicamente você precisa fazer as entregas, com algumas missões paralelas às entregas diárias, a progressão é fácil e sem empecilhos, não precisando por exemplo dirigir corretamente pela estrada ou seguir regras de trânsito. As cartas basta parar o carro e ir até a caixa de correio, para pacotes maiores simplesmente precisa pegar o pacote correto na parte de trás da van. A cidade em si foi cuidadosamente projetada com localizações suburbanas, fazendas, locais no topo de colinas e áreas mais acidentadas.

O loop de entregas postais diárias serve como um background para a real aventura narrativa. É menos sobre os pacotes e mais sobre como Meredith interage com os residentes de Providence Oaks. Essas interações podem variar de conversa fiada a encontros mais significativos enquanto Meredith conversa com rostos familiares com os quais ela não tem contato há mais de duas décadas. Isso pode variar de reuniões sinceras a momentos um pouco mais embaraçosos. E, claro, ela conhece também novos moradores.

O mais interessante sobre Lake é que você não é forçado a entrar em todo o drama. O período de duas semanas de Meredith pode ser tão monótono quanto você gostaria, onde você pode simplesmente recusar planos ou optar por não se intrometer mais nos assuntos pessoais dos residentes. Ocasionalmente, os residentes pedem favores, mas você pode recusá-los, especialmente se eles forem contra o protocolo dos serviços postais. A questão é que você pode escolher simplesmente fazer seu trabalho como carteiro e passar as noites tranquilas em casa lendo ou assistindo televisão. É uma narrativa lenta onde o jogador tem surpreendentemente mais escolha em termos de como se relaciona com o mundo do jogo.

O que realmente brilha na experiência é a apresentação artística que, apesar das questões gráficas, consegue apresentar uma cidade pitoresca que brilha com uma beleza singular. A música em particular reúne tudo isso, com música acústica de fundo e até uma estação de rádio tocando algumas músicas country. A trilha sonora não é enorme de forma alguma, mas há o suficiente aqui para criar uma vibe e uma atmosfera encantadoras, especialmente quando a música certa chega durante uma viagem ensolarada. O resto do design de som também é decente, com personagens totalmente dublados para trazer personalidade às brincadeiras de cidade pequena. 

Concluindo

Lake é uma aventura narrativa bem interessante. O tempo em Providence Oaks acaba antes que você perceba, essas duas semanas de trabalho no serviço postal pode ser um raro tempo de inatividade nos jogos. Embora existam problemas gráficos e técnicos presentes, a experiência como um todo consegue entregar sua narrativa simples e encantadora, mas uma em que as escolhas feitas realmente têm consequências reais. Ao meu ver o diferencial de Lake é a criação de momentos singulares.

NÃO DEIXE DE CONFERIR MAIS REVIEWS AQUI OU NA NOSSA CURADORIA NA STEAM.

Mais recentes

To Top